Minha Área

Vizinhos em guerra

26 de Fevereiro de 2015

Publicado em Comportamento por Minha Área | Nenhum comentário

Pequenas e grandes atitudes podem criar muita confusão entre os moradores de um condomínio. Conheça algumas

Conviver é um constante exercício de respeito ao próximo, de aceitação das diferenças e de noção do espaço que cabe a cada um. O problema é que nem todo mundo aceita essas condições e, quando é preciso compartilhar parte do espaço de convivência – como em um condomínio –, a situação complica.

Consultamos o síndico e sócio proprietário de uma administradora de condomínios, José Carlos Belotto, e a escritora e especialista em etiqueta social e empresarial, Ligia Marques, para averiguar as cinco atitudes que mais irritam os moradores de um condomínio. Ambos concordaram que são estas:

  • Barulho – Quando não há limites nem horários para discussões em voz alta nos apartamentos, descontrole no volume do som, ou música alta no salão de festas.
  • Animais – Especialmente quando são mantidos sozinhos no apartamento (fazendo muito barulho) ou quando circulam pelas áreas comuns sem que os donos se preocupem em limpar eventual sujeira que tenham feito.
  • Vagas de garagem – Quando há uso inadequado, sem que sejam respeitados os limites da mesma e haja prejuízo à circulação dos demais veículos.
  • Piscina e áreas comuns – Algo que incomoda muito é a frequência de não moradores e também quando objetos, de todos os tipos, são lançados pelas janelas ou caem nos aptos vizinhos e no térreo.
  • Funcionários – Quando, no exercício de suas tarefas, muitas vezes eles são desrespeitados, sem que entremos no debate relacionado à eficiência ou falta dela, já que podem estar simplesmente cumprindo ordens.

Como resolver os problemas?

Todas as divergências entre condôminos podem ser resolvidas de forma amigável com uma simples conversa entre os envolvidos e às vezes, se necessário, com a colaboração do síndico.

Entretanto, nem sempre isso ocorre, pois todos os exemplos citados têm normas disciplinadas no Regulamento Interno, mas muitas vezes geram atritos tão grandes que resultam em Boletim de Ocorrência.

Quando problemas de convivência e mau comportamento ocorrem o que o condomínio pode fazer é dar advertência e, se não resolver, aplicar multa. ”De fato não é fácil, porque o ser humano é muito complexo, e quem mora em condomínio deve saber que direitos e obrigações vão além de sua propriedade individual”, explica Belotto.

A especialista em etiqueta social e empresarial, Ligia Marques, acredita que é preciso procurar resolver as diferenças com muita calma e diálogo. “Brigas desnecessárias devem ser evitadas com um pouco de bom senso e justiça”, finaliza ela. E você? Está fazendo a sua parte?

Outras causas de atritos

  • Rateio de custos extras por obras que estão sendo realizadas no condomínio
  • Desperdício de água, que pode causar multa ao condomínio
  • Um morador participar das reuniões de condomínio e depois reclamar sobre o que foi decidido em sua ausência

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.

Minha Área - 2012 - Todos os direitos reservados.

Hotvia