Minha Área

Proibido improvisar

10 de Fevereiro de 2015

Publicado em Arquitetura e Decoração, Meu bolso por Minha Área | Nenhum comentário

Confira dicas essenciais para gastar o mínimo possível e manter a qualidade na hora de reformar o apê

Quando se fala em reforma, além das preocupações naturais com barulho, mão de obra e materiais necessários, é comum que a questão “dinheiro” também cause apreensão. É possível, porém, economizar e gastar no máximo o que se previa – e não além – com certa organização e algumas dicas.

O primeiro ponto é ter um planejamento e um projeto antes de começar uma reforma. A falta deles é normalmente um dos grandes problemas de quem enfrenta uma obra. É recomendável investir na contratação de um profissional da área, como um arquiteto ou um engenheiro, que possibilitem um projeto bem elaborado e planejado.

Os erros durante a execução, muitas vezes, podem ocorrer pela ausência de projetos, o que pode representar custos bastante elevados no decorrer da obra.

“Devemos sempre buscar a contratação de pessoas qualificadas e de confiança, com isso preservamos a qualidade das atividades executadas e a necessidade de que certos serviços sejam refeitos, o que certamente é uma das coisas que mais causam gastos extras”, explica o engenheiro civil Danilo Alves.

Materiais com desconto

A escolha dos materiais também é algo importante. É possível unir qualidade e preços não abrindo mão de pesquisa. Segundo a arquiteta Bianca Afonso, existem épocas de descontos e liquidações quando se fala em material de construção, mas independente da temporada é essencial pesquisar.

“Fazer uma pesquisa de preços em lojas diferentes é muito importante para se ter noção das variações de valores até alcançar um orçamento adequado. Geralmente, nos meses de dezembro e janeiro, as lojas costumam fazer promoções que valem a pena.” Bianca ainda explica que pagar à vista é interessante, pois desta forma dá para negociar descontos.

Seguindo o planejado

Mariana Bacchi reformou seu apartamento no último ano e seguiu à risca todas as recomendações citadas. “Pedi para que amigos me indicassem um engenheiro ou arquiteto de confiança. Escolhi o profissional e elaboramos juntos o planejamento, fizemos pesquisas de materiais, marcas e preços, e saiu tudo perfeito. Reforma é algo delicado.”

Para Alves é possível conciliar qualidade e preço baixo. “Deve ser feito um bom planejamento, pensando-se sempre no orçamento e na sua necessidade, buscando-se uma cotação de preços e boas marcas para os materiais e para a mão de obra.”

Dez dicas para economizar

  • Contrate um profissional da área para elaborar o projeto de sua reforma, assim você evita erros
  • Pesquise materiais e preços com muita calma
  • Verifique se você não tem material que sobrou de outras obras e que poderia ser reaproveitado
  • Faça um planejamento de gastos, necessidades e cronogramas
  • Se possível, leve em conta as épocas do ano em que as lojas normalmente realizam promoções
  • Contrate mão de obra qualificada pedindo indicações para outras pessoas
  •  Procure negociar pagamento e prazo de entrega, não pague o total combinado antes da reforma terminar
  • Ao comprar material, se possível pague à vista e tente negociar desconto
  • Pesquise soluções alternativas e mais baratas. Atualmente dá para usar muito material reciclado dependendo do que se quiser fazer
  • Ao estabelecer um valor máximo para gastar com a reforma, também estabeleça prioridades. Talvez o orçamento não comporte todas as mudanças que você gostaria de fazer, então siga uma ordem

 


Tags: ,

Deixe um comentário

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.

Minha Área - 2012 - Todos os direitos reservados.

Hotvia