Minha Área

Feliz piso novo!

22 de Outubro de 2015

Publicado em Arquitetura e Decoração por Minha Área | Nenhum comentário

Para trocar ou reformar sem causar grandes incômodos, vale seguir algumas regras e contar sempre com um especialista

Chega um momento em que, por mais que ele seja apreciado, é preciso dar nova cara ao piso do apartamento, realizando troca ou reforma. Quem já passou por isso sabe que até chegar ao resultado final é provável que se tenha de lidar com barulho e sujeira, além de eventuais reclamações dos vizinhos.piso

É importante, portanto, seguir algumas regras desde o início.

A primeira providência a ser tomada a partir da decisão sobre troca ou reforma do piso é buscar a consultoria de um profissional da área. É ele quem orientará sobre as possibilidades de reforma, poderá informar o síndico sobre a necessidade da troca (caso a opção seja esta), e cuidará de outros procedimentos necessários.

Além disso, a contratação de um engenheiro ou arquiteto para realizar reforma em casa ou apartamento em condomínio é algo obrigatório, que consta na NBR 16280, “Reforma em edificações — Sistema de gestão de reformas — Requisitos”, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), publicada em 18 de março e válida a partir de 18 de abril de 2014.

Regras internas

Segundo a arquiteta Bianca Afonso, ao reformar o piso o morador primeiramente deve verificar as regras do condomínio, pois há aqueles que exigem o laudo de um profissional para verificar se a estrutura do prédio aguenta o peso do piso escolhido.

“A principal dica é sempre contratar um profissional, pois ele fará todo o acompanhamento, saberá orientar quanto à escolha do piso e o prazo da reforma, e também fornecerá informações para o morador saber se colocar diante do condomínio quando questionado.

Aliás o condomínio deve ser informado sobre tudo que estiver acontecendo e sobre todos que estiverem trabalhando na reforma.”
De acordo com Elza Costa Moreira, gerente de locação e vendas de uma administradora, algumas regras relacionadas a reformas são básicas e servem para todos os condomínios, porém, o ideal é consultar o regulamento interno, avisar o síndico, a administradora e seguir à risca as orientações.

“Geralmente, o proprietário ou morador do imóvel deverá avisar o síndico com antecedência, apresentar um orçamento detalhando a reforma, e o profissional que será responsável pela obra, além de nome, RG e CPF das pessoas que estarão trabalhando no local. Também deve verificar horário e local para descarregar o material e recolher os entulhos, respeitando os horários permitidos – possivelmente das 9 horas às 17 horas”, explica.

Durante o período de obras, o profissional responsável deve manter contato com o zelador e a portaria e verificar se houve alguma reclamação ou ocorrência. Além disso, deve orientar sua equipe de trabalho para respeitar os outros moradores, funcionários do condomínio e especialmente os vizinhos mais próximos.

Barulho e sujeira

A arquiteta Bianca Afonso explica que, normalmente, o que mais incomoda os vizinhos na hora de uma reforma de piso são o barulho e a sujeira. “Sem dúvida em primeiro lugar vem o barulho, pois é quase impossível fazer uma modificação sem ele. E com relação à sujeira, por mais que as pessoas que estejam trabalhando sejam cuidadosas, sempre haverá também”, explicou.

Como não é possível evitar barulho e sujeira, o mínimo que o morador deve fazer é orientar os funcionários da obra sobre os horários e regras do condomínio. Se tudo estiver dentro do aceitável e tomando-se todos os cuidados, a troca ou reforma do piso provavelmente ocorrerá da forma mais tranquila possível.

Passo a passo para um piso novo

  • Peça orientação de um arquiteto ou engenheiro para conhecer as alternativas possíveis para dar nova cara ao piso do apê. Talvez no lugar de uma troca, você possa até optar por soluções alternativas como a aplicação de pisos vinílicos.
  • Converse com o síndico e peça para checar o regulamento interno relacionado à reforma. No caso de pisos, em razão do peso, é comum que alguns condomínios peçam laudos técnicos antes de autorizar a troca.
  • Cheque quais os cuidados possíveis para evitar ao máximo barulho e sujeira. Além de cobrir os móveis, você pode usar panos no vão inferior das portas para evitar a entrada de poeira na área comum.
  • Avise a todos que estiverem trabalhando na reforma sobre as regras internas e os horários do condomínio.

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.

Minha Área - 2012 - Todos os direitos reservados.

Hotvia